Vazamento de link da reunião e discussões marcaram a última sessão da Câmara Municipal de Vargem Grande

A página Renova VG (facebook) teve acesso, com exclusividade, a um vídeo da sessão remota da Câmara Municipal de Vargem Grande que aconteceu na última sexta-feira (20).

No vídeo, o vereador e presidente da casa do povo, Germano Barros, demonstrou toda sua insatisfação e revolta com o vazamento do link da sessão. Germano deixou claro, inclusive, que vai acionar o Ministério Público para que seja investigado quem foi o responsável pelo vazamento, uma vez que, segundo ele, apenas os 15 (quinze) vereadores e uma pessoa do setor administrativo do legislativo podem participar das sessões remotas.

Veja o vídeo:


Como é sabido de todos em Vargem Grande, Germano Barros, desde o seu primeiro biênio (2017-2018) como presidente da Câmara, fez da falta de transparência um dos pontos fortes de sua gestão, vale lembrar que durante esse período as sessões da Câmara ficaram sem transmissão para a população, numa clara e evidente forma de deixar o povo aquém dos projetos e das discussões do plenário.

De acordo com o princípio constitucional da publicidade, insculpido no art. 37, caput, da Constituição Federal, é dever da Administração conferir aos seus atos A MAIS AMPLA DIVULGAÇÃO POSSÍVEL, principalmente quando os administrados forem individualmente afetados pela prática do ato. “[…] O Art. 37. A Administração Pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência”.

Agora, no biênio (2021-2022), Germano, tem adotado a mesma postura, desde o início de sua gestão a falta de transparência e a forma ditatorial com que ele tem presidido a Câmara tem causado revolta em parte da população, infringindo inclusive a lei, descumprindo os princípios da moralidade e da publicidade, uma vez que os vereadores de oposição ao governo alegam não ter acesso aos projetos de maneira antecipada para apreciação antes das sessões como é prevista pela lei e necessário para que possa ter um debate entre os vereadores no plenário.

Confira o vídeo:



Por: Renova VG

Postar um comentário

0 Comentários