PF desarticula quadrilha especializada em furto de veículos no Maranhão

A Polícia Federal deflagrou na tarde desta quarta-feira (26), a Operação Destreza Espúria com a finalidade de desarticular grupo criminoso que tem furtado objetos do interior de veículos, com o uso de equipamento denominado “chapolin”. Esse equipamento quando ativado interfere no funcionamento correto do alarme e das travas veiculares.

Material apreendido pela PF

A partir de elementos de informação colhidos no bojo de um Inquérito Policial, através de diversas técnicas, além de dados colhidos com a Polícia Rodoviária Federal, identificou-se que um dos principais responsáveis por esse crime tem pelo menos 10 (dez) procedimentos criminais, em pelo menos cinco entes da federação (MG, BA, TO, MA e DF), sendo foragido do estado de Minas Gerais.

Ao todo 25 policiais federais, a partir de representação policial, cumpriram 4 (quatro) Mandados de Busca e Apreensão, e 03 (três) Mandados de Prisão Preventiva, sendo um da 1ª Vara da Justiça Federal do Maranhão, um da Vara Criminal de Lavras/MG e um outro da Vara Criminal de Timóteo/MG.

Foram apreendidos o veículo utilizado no crime investigado, instrumentos utilizados no delito, diversos documentos falsos, e outros elementos de convicção relacionados.

Por ocasião da prisão preventiva do principal investigado o mesmo apresentou documento de identidade falso e foi autuado em flagrante pelo crime de uso de documento falso.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por furto qualificado (Art. 155, §4º, II e IV do CP), uso de documento falso (Art. 304 do CP), e receptação qualificada (Art. 180, §1º do CP).

A denominação DESTREZA ESPÚRIA remete ao fato do principal investigado em poucos segundos conseguir realizar furtos, e tornar essa prática desonesta e criminosa sua atividade laboral há décadas.

Postar um comentário

0 Comentários